EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Cameron defende parceria comercial com a China

Cameron defende parceria comercial com a China
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com Reuters / Lusa
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A falta de democracia e o fraco desempenho em termos de Direitos Humanos na China não impedem uma forte parceria comercial entre Pequim e Londres

PUBLICIDADE

A falta de democracia e o fraco desempenho em termos de Direitos Humanos na China não impedem uma forte parceria comercial entre Pequim e Londres. Esta foi a posição assumida pelo governo britânico no segundo dia da visita do presidente chinês ao Reino Unido, marcada por acordos multimilionários.

Esta quarta-feira a China comprometeu-se a financiar um terço da nova central nuclear que será construída em Somerset, no sudoeste de Inglaterra.

Após o encontro com Xi Jinping, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse que quer tanto “ falar em Direitos Humanos e aço”, como “ter uma forte relação com a China. Quando há uma forte parceria, é possível debater todos esses assuntos”.

Ao lado dos Duques de Cambridge – o Príncipe William e Kate Middleton – Xi Jinping foi conhecer o último modelo da London Taxy Company: o mais recente “black cab” é um modelo híbrido fabricado em solo inglês, mas por uma empresa detida por capital chinês.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Xi Jinping assina em Londres acordo para construção de central nuclear

Reino Unido: tapete vermelho e manifestações no início da visita do presidente chinês

Presidente chinês visita Londres e levanta as vozes dos direitos humanos