This content is not available in your region

Paris: COP21 com segurança máxima

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira  com AFP, Reuters
euronews_icons_loading
Paris: COP21 com segurança máxima

A conferência das Nações Unidas sobre o clima (COP21), prevista para Paris na próxima semana, vai rodear-se de medidas de segurança nunca vistas no país.

A França decidiu manter a organização do evento, mesmo depois dos atentados terroristas do dia 13 que mataram 130 pessoas na capital e lançaram o pânico em todo o país.

O ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, detalhou as medidas de segurança que vão ser reforçadas: “No que toca ao destacamento policial, além dos 8000 polícias que reforçam as fronteiras, vai haver cerca de 2800 efetivos a patrulhar o local da conferência, incluindo unidades móveis, polícia de intervenção e unidades da Gendarmerie, a um nível sem precedentes”.

A segurança passa também pela água. A Veolia, empresa que gere a distribuição de água em França, fez uma parceria com as unidades antiterroristas da polícia, para prevenir uma eventual contaminação da água corrente. Antes, existiam já dispositivos para evitar essas ações, mas agora, um ataque desses torna-se virtualmente impossível.