Última hora

Última hora

Gary Neville apresentado no Valência mas já se fala em "ponte" para Mourinho

Em leitura:

Gary Neville apresentado no Valência mas já se fala em "ponte" para Mourinho

Gary Neville apresentado no Valência mas já se fala em "ponte" para Mourinho
Tamanho do texto Aa Aa

Gary Neville foi apresentado esta quinta-feira como novo treinador do Valência. Aos 40 anos, o inglês vai ter a primeira experiência como técnico principal sucedendo no cargo ao português Nuno Espírito Santo, de 41.

O antigo treinador do Rio Ave demitiu-se no domingo à noite após a derrota (1-0) do emblema “Ché” em Sevilha e pouco depois Gary Neville terá sido logo contatado pelo clube espanhol.

O antigo lateral-direito do Manchester United entra no Valência com ambição, mas, para já, apenas com contrato até final da temporada à frente da equipa onde alinham os portugueses André Gomes, João Cancelo e Rúben Vezo.

“Têm-me sido oferecidos vários trabalhos no futebol nos últimos 4 ou 5 anos. Nunca senti que fosse a altura certa. Quis dedicar algum tempo a aprender diferentes coisas após deixar o futebol. Mas quando recebi a chamada no domingo à noite, pensei: ‘Que grande clube. Grande oportunidade. Grande desafio’”, revelou Gary Neville, na apresentação, confessando ter-se aconselhado com Alex Ferguson após aceitar o desafio.

Uma das teorias já a circular, entretanto, em Inglaterra é que a contratação de Gary Neville servirá apenas de ponte para a chegada ao clube, no verão, de José mourinho, um dos principais ativos da carteira de ativos da Gestifute, de Jorge Mendes. O rumor hangou força através do jornal britânico The Sun.

O também adjunto da seleção inglesa, cargo que vai manter em paralelo ao lado de Roy Hodgson, é ainda coproprietário de um clube da sétima divisão inglesa, o Salford City, detido a 50 por cento pelo empresário de Singapura Peter Lim, igualmente o homem forte do Valência.

Questionado se lhe teria sido oferecido o cargo pela amizade com Peter Lim dada a falta de experiência ao mais alto nível como treinador, um pouco à imagem de nuno Espírito Santos através do empresário Jorge Mendes, Neville fintou a questão. “A minha relação com Peter não pressupõe qualquer desafio.
quanto à falta de experiência, não há receitas mágicas para se ganhar experiência. Todos os treinadores tiveram o seu primeiro dia. alguma vez há que que começar. Sempre disse que o importante é provar com trabalho às pessoas que possam duvidar das minhas capacidades”, disse.

Da equipa técnica vão fazer ainda parte o fugaz antigo jogador do Sporting, o espanhol Miguel Angel Angulo, que jogou boa parte da carreira no Valência, e ainda o irmão do novo treinador, Phill Neville, que já trabalhava com Nuno Espírito Santo no Valência desde o início desta temporada.

O próximo jogo do Valência é a receção ao líder e atual campeão Barcelona. O jogo está marcado para sábado, às 20h30 (19h30, em Lisboa). Segue-se a receção aos franceses do Olympique de Lyon, que encerra a fase de grupos da Liga dos Campeões, na qual os espanhóis ainda aspiram a passar aos oitavos de final, tendo já garantido, no mínimo, a passagem para a Liga Europa.