EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Judo: Europeus dão um ar da sua graça em Tóquio, portugueses nem por isso

Judo: Europeus dão um ar da sua graça em Tóquio, portugueses nem por isso
Direitos de autor 
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Lutar no Japão é como jogar futebol no Maracanã, ténis em Wimbledon ou râguebi em Twickenham. Tóquio é um santuário que inspira judocas de todo o

PUBLICIDADE

Lutar no Japão é como jogar futebol no Maracanã, ténis em Wimbledon ou râguebi em Twickenham. Tóquio é um santuário que inspira judocas de todo o mundo, judocas que chegaram a este Grand Slam motivados mas cheios de respeito pelos lutadores nipónicos. Os japoneses são sempre adversários temíveis, sobretudo quando lutam em casa.

A hegemonia dos judocas locais foi bem visível na final dos -70 kg, com duas nipónicas em perseguição da medalha de ouro. Depois de oito minutos sobre o tatami, Chizuru Arai conseguiu finalmente levar de vencida Yoko Ono e repetiu o triunfo de 2013 no prestigiado torneio. A brasileira Maria Portela alcançou a medalha de bronze.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)0; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/en_GB/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));> Arai comes through a marathon -70kg final against Ono to take gold!� IJF Media Team – Jack Willingham

Posted by IJF – International Judo Federation on�Saturday, 5 December 2015

O segundo japonês a subir ao lugar mais alto do pódio este sábado foi Hiroyuki Akimoto. O judoca de 29 anos derrotou o sul coreano Chang-rim An na final dos -73 kg e conquistou o torneio pela terceira vez. Jorge Fernandes entrou a vencer mas ficou-se pela segunda ronda, Nuno Saraiva entrou diretamente na segunda ronda e foi derrotado logo no primeiro combate.

Contrariamente ao primeiro dia, os judocas europeus tiveram motivos para festejar. A alemã Martyna Trajdos conquistou a medalha de ouro nos -63 kg com uma vitória por ippon frente à campeã do mundo e líder do ranking mundial, Tina Trstenjak. Tratou-se da sua primeira derrota desde que conquistou o título mundial em Astana. Ana Cachola venceu o seu primeiro combate mas foi eliminada no segundo.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)0; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/en_GB/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));> Tchrikishvili becomes the first Georgian to ever win Tokyo Grand Slam gold as he takes the -81kg title by beating Lee by…

Posted by IJF – International Judo Federation on�Saturday, 5 December 2015

Finalmente, nos -81 kg o triunfo foi arrebatado por Avtandili Tchrikishvili. O judoca da Geórgia justificou o estatuto de líder do ranking mundial e derrotou o sul-coreano Seung-Su Lee no combate decisivo. Diogo Lima e Carlos Luz foram os portugueses em ação mas foram ambos derrotados logo à primeira.

O Grand Slam de Tóquio chega ao fim este domingo com a realização de mais cinco finais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Brasil de ouro e Portugal de bronze no fecho do Grand Slam de judo de Tóquio

Brasil de prata e Portugal com entrada fria no Grand Slam de judo em Tóquio

Pesos pesados dominam em Abu Dhabi