A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Sanções russas devem penalizar crescimento da economia turca

Sanções russas devem penalizar crescimento da economia turca
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Se a Rússia mantiver as sanções económicas, o crescimento do PIB da Turquia vai ser penalizado. A garantia é dada pelo Banco Europeu para a Reconstrução e Desenvolvimento. A entidade fala mesmo de um impacto negativo no Produto Interno Bruto que ronda os 0,3% e os 0,7%.

As sanções foram anunciadas depois de um caça russo ter sido abatido pelo exército turco em novembro e incluem: boicote às importações de produtos alimentares, às viagens, emissões de vistos e suspensão dos programas de cooperação.

Mas as consequências serão ainda mais graves no setor energético. A Rússia é o principal fornecedor de energia da Turquia, assegurando 55% de necessidades de gás natural e 30% de petróleo. Entretanto, foram suspensas as negociações sobre o gasoduto Turkish Stream, que deveria permitir o fornecimento de energia da Rússia à Turquia através do Mar Negro.