Espanha vai repetir as legislativas em junho

Espanha vai repetir as legislativas em junho
De  Rodrigo Barbosa com EFE / AFP / Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Espanha irá a votos de novo em junho, depois das longas negociações que se seguiram às legislativas de dezembro não terem permitido a formação de

PUBLICIDADE

A Espanha irá a votos de novo em junho, depois das longas negociações que se seguiram às legislativas de dezembro não terem permitido a formação de uma coligação.

O rei Felipe VI reconheceu a incapacidade dos diferentes partidos para obter um acordo e anunciou que não vai propôr a chefia do executivo a nenhum outro líder partidário, abrindo assim a via à repetição das eleições que, segunda a lei espanhola, terão lugar a 26 de junho, 54 dias depois da dissolução do Parlamento.

O porta-voz da assembleia, Patxi López, afirmou que “sem candidatos com apoio suficiente para aspirar a uma investidura, espera-se assim, no próximo dia 2 de maio, o decreto de dissolução do Parlamento e a convocação de novas eleições”.

O líder do Partido Popular, Mariano Rajoy, que tinha vencido as eleições mas que tinha recusado a nomeação do rei para tentar formar governo, alegando a falta de apoios, responsabilizou os socialistas pela repetição das eleições, lembrando que propôs uma “grande coligação”, que foi recusada pelo PSOE.

Apoiando-se em sondagens recentes, a maioria dos analistas duvida que um novo escrutínio consiga resolver a situação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Só em janeiro, Canárias receberam mais migrantes do que na primeira metade de 2023

Vinícius Júnior, jogador do Real Madrid, não conseguiu conter as lágrimas ao falar de racismo

Tribunal suspende bloqueio do Telegram em Espanha