Iémen: atentado suicida mata pelo menos 30 pessoas

Iémen: atentado suicida mata pelo menos 30 pessoas
De  Euronews com Lusa, Reuters, AFP, EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No Iémen, um bombista suicida matou pelo menos 30 novos recrutas num centro de recrutamento da polícia. As vítimas estavam a aguardar a inscrição

PUBLICIDADE

No Iémen, um bombista suicida matou pelo menos 30 novos recrutas num centro de recrutamento da polícia.

As vítimas estavam a aguardar a inscrição nas forças da ordem quando um bombista suicida detonou o cinto de explosivos que envergava.

Foi o segundo ataque do género no espaço de quatro dias.

O ataque foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico e teve lugar na cidade de Mukalla no sul do país que até há um mês estava sob controlo da rede al-Qaeda.

Os extremistas abandonaram o local após uma ofensiva militar conduzida por forças iemenitas apoiadas pela coligação liderada pela Arábia Saudita.

Num desenvolvimento separado, o chefe da polícia de Mukalla escapou com ferimentos ligeiros após a explosão de uma bomba colocada no exterior do seu escritório.

Seis dos seus guarda-costas morreram em resultado da explosão.

O alto funcionário havia escapado ao primeiro ataque ocorrido no centro de recrutamento.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Colapso de teto de igreja provoca vários mortos e feridos no México.

Rússia divulga imagens de reunião com Almirante dado como morto por Kiev

Líderes europeus marcam presença no funeral de Estado do ex-presidente de Itália Giorgio Napolitano