Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Terrorismo no aeroporto de Istambul: 41 mortos, 239 feridos

Terrorismo no aeroporto de Istambul: 41 mortos, 239 feridos
Tamanho do texto Aa Aa

O terror gerou o pânico ontem no aeroporto internacional de Atatürk, em Istambul.

Até ao momento, 41 mortos, dos quais 13 são estrangeiros, e 239 feridos, dois quais 130 estão ainda hospitalizados, é o balanço do triplo ataque suicida ocorrido pelas 22 horas locais de ontem na zona de voos internacionais.

O ataque não foi ainda reivindicado mas as autoridades turcas conotam a actuação com o Daesh. O presidente turco, Tayyp Erdogan, afirmou que este ataque deve ser o ponto de viragem no combate global contra grupos terroristas.

Foi declarado dia de luto nacional na Turquia, “sendo este o mais mortífero dos ataques perpetrados no país este ano.

De acordo com as informações disponíveis, dois bombistas fizeram-se explodir à entrada do aeroporto, ainda antes da passagem obrigatória pelos detectores de raio-X, enquanto um terceiro detonou a bomba num outro espaço. Houve trocas de tiros antes das explosões.

O ataque terrorista levou à evacuação do aeroporto e à suspensão de voos, mas nesta manhã de quarta, o aeroporto já funcionava quase totalmente.

Atartük é o maior aeroporto da Turquia, o terceiro mais movimentado da Europa, por onde passaram cerca de 60 milhões de passageiros em 2015.