A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Parlamento da Catalunha aprova realização de referendo "vinculativo"

Parlamento da Catalunha aprova realização de referendo "vinculativo"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Com ou sem autorização de Madrid. A Catalunha vai organizar um referendo independentista “vinculativo”.

O parlamento regional catalão aprovou uma resolução para que a consulta popular seja convocada o mais tardar dentro de um ano.

Numa assembleia dominada por independentistas, a proposta apresentada por Carles Puigdemont, venceu com 55% por cento dos votos.

A resolução estabelece que o referendo sobre a independência seja “vinculativo” e celebrado o mais tardar em setembro do próximo ano, com ou sem acordo do Estado.

É mais um desafio à justiça espanhola. Horas antes do voto, o Tribunal Constitucional e o Supremo iniciaram ações contra personalidades catalãs, onde se inclui a presidente do parlamento Carme Forcadell.

É também um teste à coesão de Espanha, com um governo central de gestão há 10 meses, à espera do fim do impasse político saído das eleições legislativas.