Última hora
This content is not available in your region

Centenas de migrantes saltam muro em Ceuta

Centenas de migrantes saltam muro em Ceuta
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar das mãos ensanguentadas e dos muitos ferimentos, causados pelo arame farpado e pelas quedas, foi com gritos de alegria e vivas a Espanha e à liberdade que centenas de migrantes chegaram esta sexta-feira a solo espanhol, depois de terem saltado o muro que separa Marrocos do enclave espanhol de Ceuta, no norte de África.

Os enclaves espanhóis de Ceuta e Melilha são, para muitos, portas de entrada na Europa, o que levou o governo de Espanha a mandar erguer, em meados da década passada, cercas duplas com seis metros de altura e vários quilómetros de comprimento.

Isso não impediu que, até agora, milhares de migrantes, na maioria vindos da África Subsaariana, tenham saltado as duas cercas. Segundo a Cruz Vermelha espanhola, só durante a manhã foram atendidos mais de 400 feridos.

Entretanto, Marrocos ameaça deixar de controlar os fluxos migratórios, caso não seja resolvido um diferendo agrícola com a União Europeia.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.