Mais de 640 mil pessoas afetadas pelas cheias no Peru

Mais de 640 mil pessoas afetadas pelas cheias no Peru
De  Euronews com efe, reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A temporada das chuvas continua a espalhar destruição e morte no Peru. O mais recente balanço oficial dá conta de 78 mortos desde o início da época das chuvas, em dezembro.

PUBLICIDADE

A temporada das chuvas continua a espalhar destruição e morte no Peru.

Mais de 140 mil casas já foram total ou parcialmente destruídas pela força das águas. O mais recente balanço oficial, publicado esta terça-feira, dá conta de 78 mortos desde o início da época das chuvas, em dezembro.

As inundações atingem principalmente as regiões do norte do Peru. Países vizinhos, da América Latina, como a Colômbia, o Chile, o Equador, o Paraguai e a Venezuela já começaram a enviar ajuda, tal como o Brasil, a Argentina e o Uruguai.

Na região de Piura, no extremo norte do Peru, uma habitante refere que conseguiu fugir com a filha da casa que tem na encosta da montanha. Quando voltou viu a casa “em muito mau estado”. Afirma que perdeu “quase tudo” e agora vive num dos centros de acolhimento de urgência abertos pelas autoridades.

Na capital, Lima, uma idosa, com 80 anos, não consegue esconder o desespero depois de perder quase tudo o que tinha e de ter ficado “sem água e sem luz”.

Segundo os números oficiais, mais de 640 mil pessoas já foram afetadas pelas inundações. Todo o apoio é bem-vindo e por isso as autoridades peruanas pedem a todos que se juntem à campanha de ajuda humanitária #UnaSolaFuerza.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Peru: Alberto Fujimori libertado da prisão por razões humanitárias

Polícia peruana reprime protesto pacífico contra a eleição da presidência da assembleia

Vulcão provoca estado de emergência mas há quem resista a afastar-se