Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Lavrov lamenta escalada de tensão entre Moscovo e Washington

Lavrov lamenta escalada de tensão entre Moscovo e Washington
Tamanho do texto Aa Aa

O chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, lamentou esta quinta-feira a escalada de tensão entre Moscovo e Washington, acusando os Estados Unidos de a terem iniciado, numa reação ao ultimato norte-americano para o encerramento até sábado do consulado-geral russo em San Francisco.

Segundo a porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, Washington não quer piorar as coisas:

“Estes encerramentos devem ser concluídos até 2 de setembro. Tomámos uma ação firme e ponderada em resposta à infeliz decisão da Rússia no início deste ano. Queremos parar esta espiral descendente e avançar na construção de melhores relações. Procuraremos oportunidades para isso, mas também queremos ter equidade nas decisões.”

De acordo com Moscovo, Sergei Lavrov falou já com o seu homólogo norte-americano Rex Tillerson. Os dois encontrar-se-ão provavelmente em setembro, durante a assembleia geral da ONU.

A decisão norte-americana surge como retaliação, depois de Vladimir Putin ter expulsado 795 diplomatas norte-americanos da Rússia, no final de julho, em resposta às sanções económicas aprovadas pelo Congresso norte-americano.

Os Estados Unidos querem que a Rússia feche também duas secções consulares, em Washington e Nova Iorque.