EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Lavrov lamenta escalada de tensão entre Moscovo e Washington

Lavrov lamenta escalada de tensão entre Moscovo e Washington
Direitos de autor 
De  Nelson Pereira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, lamentou esta quinta-feira a escalada de tensão entre Moscovo e Washington, acusando os Estados Unidos de a terem iniciado

PUBLICIDADE

O chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, lamentou esta quinta-feira a escalada de tensão entre Moscovo e Washington, acusando os Estados Unidos de a terem iniciado, numa reação ao ultimato norte-americano para o encerramento até sábado do consulado-geral russo em San Francisco.

Segundo a porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, Washington não quer piorar as coisas:

“Estes encerramentos devem ser concluídos até 2 de setembro. Tomámos uma ação firme e ponderada em resposta à infeliz decisão da Rússia no início deste ano. Queremos parar esta espiral descendente e avançar na construção de melhores relações. Procuraremos oportunidades para isso, mas também queremos ter equidade nas decisões.”

De acordo com Moscovo, Sergei Lavrov falou já com o seu homólogo norte-americano Rex Tillerson. Os dois encontrar-se-ão provavelmente em setembro, durante a assembleia geral da ONU.

A decisão norte-americana surge como retaliação, depois de Vladimir Putin ter expulsado 795 diplomatas norte-americanos da Rússia, no final de julho, em resposta às sanções económicas aprovadas pelo Congresso norte-americano.

Os Estados Unidos querem que a Rússia feche também duas secções consulares, em Washington e Nova Iorque.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tribunal Penal Internacional emite mandado de captura contra altos funcionários russos

Moscovo diz que ataques ucranianos na Rússia e Crimeia fizeram seis mortos e mais de 100 feridos

Ataque no Daguestão faz pelo menos seis mortos e 12 feridos