Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Merkel obrigada a compor uma "geringoça" germânica

Merkel obrigada a compor uma "geringoça" germânica
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha pode enfrentar meses de difíceis negociações para formar uma coligação.

Angela Merkel deu início à tarefa de tentar construir um governo depois das eleições do domingo passado.
Os analistas perspetivam Merkel numa liderança mais fraca, com a possibilidade de uma coligação com o FDP e os Verdes.

A Chanceler diz estar aberta a negociações: “Vamos tentar estabelecer conversações com o FDP e com os Verdes, mas também com o SPD – acrescento – porque creio que é importante que a Alemanha tenha um governo estável. Ouvi as palavras do SPD mas, no entanto, devemos manter-nos em contato.”

O líder do SPD, Martin Schulz, diz que seu partido não tem outra escolha senão entrar em oposição: “Não voltaremos à agenda habitual, uma derrota amarga como a de ontem precisa de uma renovação completa.”

O Partido Democrático Liberal (FDP) pretende pretende exercer pressão sobre Merkel para a entrada na coligação. Têm como objetivo uma mudança de direção do governo alemão caso contrário não haverá acordo com os conservadores nem com os Verdes.

Merkel assegurou um quarto mandato, mas assistiu à ascenção da extrema direita.

A Chanceler diz pretender chegar a um acordo para uma coligação até “ao Natal”.