Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Nobel da literatura "vira o disco" com Kazuo Ishiguru

Nobel da literatura "vira o disco" com Kazuo Ishiguru
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O autor do ‘best-seller’ “Os despojos do dia” tornou-se esta quinta-feira o novo prémio Nobel da Literatura, O escritor inglês de origem japonesa Kazuo Ishiguro sucede assim a Bob Dylan na lista de nobelizados. Numa nota menos musical, a Academia Sueca justiificou a escolha evocando “a força emocional” e a revelação do “abismo sob o ilusório sentimento de conforto” da escrita do autor. Nascido em Nagasaki antes de mudar-se para o Reino Unido com os pais, Ishiguro torna-se o 29o escritor de língua inglesa a ser homenageado com um Nobel, o idioma mais distinguido pelo júri do prémio.

Uma surpresa e uma honra para o autor, entrevistado esta tarde:

“Pensei que era uma piada em tempos de notícias falsas. Uma senhora muito simpática ligou-me da Suécia. Fiquei surpreendido com o seu tom um pouco medroso. Diziam que me convidavam para alguma espécie de festa e que pensavam que eu podia recusar e diziam que percebiam que tinha uma agenda preenchida mas que gostavam que eu fosse a Estocolmo receber o prémio, Eu disse claro que sim, estou pronto a cancelar algumas coisas”.

“Uma grande parte da minha forma de ver o mundo, a minha abordagem artística é japonesa pois eu fui criado por pais japoneses que falavam japonês dentro de uma casa japonesa e penso que sempre olhei para o mundo em parte através dos olhos dos meus pais, que é um pouco o que todos fazemos”

O escritor conta com oito obras publicadas em mais de três décadas, de “As Colinas de Nagasaki” (1982) a “O gigante enterrado” (2015). Dois livros inspiraram adaptações no cinema, como “Os despojos do dia” e “Nunca me deixes”.

Depois da escolha de Bob Dylan ter sobressaltado o meio literário, Ishiguro não esconde agora ter também aspirado a uma carreira musical. O escritor é também autor da letra de quatro canções da interprete de jazz norte-americana Stacey Kent .