Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Barcelona ambiciona Agência Europeia do Medicamento

Barcelona ambiciona Agência Europeia do Medicamento
Tamanho do texto Aa Aa

A candidatura espanhola para levar a Agência Europeia do Medicamento (EMA – sigla em inglês) para a cidade de Barcelona prossegue, apesar da crise política.

A proposta foi apresentada por Mariano Rajoy antes do referendo catalão e quer o governo da Catalunha, quer o governo espanhol continuam a fazer lobbying em Bruxelas.

Na delegação da Catalunha junto da União Eurpeia acredita-se que a negociação entre o governo espanhol e a Generalitat pode permitir que a Catalunha independente aceda à União Europeia e que a sede da EMA, situada atualmente em Londres, possa ir para Barcelona após o Brexit.

Mas Madrid tem outra leitura da situação e a ministra espanhola da Saúde, Dolors Montserrat, deixa um recado ao presidente do governo da Catalunha:

“Envio daqui uma mensagem ao presidente Puigdemont para lhe dizer que tem uma grande oportunidade fazer voltar a Catalunha à legalidade, de voltar ao diálogo dentro da lei, de voltar ao congresso dos deputados de Espanha, que é onde estão representados todos e cada um dos catalães e o resto dos espanhóis, para diaogar dentro da lei, como sempre fizémos”

A crise política de Barcelona pode abrir boas perspetivas ao Porto, uma das cinco primeiras cidades na corrida para acolher a EMA – Agência Europeia do Medicamento.