Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Banco Central Europeu reduz compras de ativos a partir de janeiro

Banco Central Europeu reduz compras de ativos a partir de janeiro
Tamanho do texto Aa Aa

Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu, anunciou esta quinta-feira a redução da compra de ativos para metade, no inicio do próximo ano, dizendo ser o reflexo da confiança do BCE na retoma da economia da zona euro:
“A taxa de juro diretora do Banco Central europeu manteve-se inalterada e esperamos que continue no nível atual por um longo período de tempo, bem para lá do nosso horizonte das compras de ativos”.


“Recalibração”, chamou Draghi a esta alteração do programa QE (Quantitative Easing), que consistirá na redução para metade do valor mensal de aquisições de dívida pública e privada, a partir de janeiro do próximo ano.

Nessa data, o BCE passa a comprar apenas 30 mil milhões de euros por mês. Por outro lado, o programa foi alargado até setembro.


Draghi considera que a meta de uma inflação a rondar os 2% no médio prazo ainda não foi atinginda , justificando assim a necessidade de continuar com o programa.