Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Pela unidade nacional, em Barcelona

Pela unidade nacional, em Barcelona
Tamanho do texto Aa Aa

Bandeiras de Espanha não faltaram na grande manifestação que começou a encher este domingo, desde cedo, as ruas do centro de Barcelona.

Em nome da unidade nacional e do regresso à “normalidade institucional” centenas de milhares de pessoas convergiram para a capital catalã. Chegaram a ser fretados autocarros.

No terreno, ouviu-se de tudo até pré-campanha para as eleições regionais antecipadas já marcadas para 21 de dezembro pelo primeiro-ministro Mariano Rajoy.

“A 21 de dezembro é preciso votar em massa. Estou certo de que serão mais os catalães que defendem a unidade de Espanha do que os que defendem a separação. É a nossa grande oportunidade. Depois de 35 anos de nacionalismo chegou o nosso momento e o partido Cidadãos está pronto”, disse Albert Rivera, líder do partido Cidadãos.

Com mais ou menos fervor pela causa, quase ninguém quis perder a marcha perante o simbolismo histórico dos acontecimentos. Nas ruas cantou-se a música “Que viva España”, de Manolo Escobar.

Francisco Fuentes, euronews – A gigantesca marcha a favor da unidade de Espanha abre uma semana intensa. A nível político para ver os movimentos dos partidos pró-independência e a nível judicial com as primeiras iniciativas contra os responsáveis pela declaração unilateral da independência.