Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Personalidades internacionais apelam à libertação de Deniz Yucel

Personalidades internacionais apelam à libertação de Deniz Yucel
Tamanho do texto Aa Aa

Artistas e personalidades internacionais lançaram um apelo à libertação do jornalista germano-turco Deniz Yucel que este domingo cumpre 300 dias de detenção numa prisão turca.

Entre os nomes que se juntaram à petição conta-se o realizador Wim Wenders assim como os cantores Bono e Sting, entre muitos outros.

O jornalista é acusado de produzir “propaganda terrorista” e “incitar a população”. No entanto, apesar de ter sido detido em fevereiro, Yucel ainda não foi formalmente acusado pelas autoridades.

Esta semana o jornalista foi retirado do isolamento, facto acolhido com agrado pelas autoridades alemãs que afirmam continuar a trabalhar com vista à sua libertação.

Segundo grupos de defesa da liberdade de imprensa, pelo menos 150 editores, repórteres e jornalistas encontram-se detidos em prisões na Turquia. Pelo menos 156 órgãos de comunicação foram encerrados na sequência do golpe falhado de 2016. De acordo com a organização Amnistia Internacional, a repressão exercida pelas autoridades levou ao que descrevem como “a morte do jornalismo”.