Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Tempestade nas Filipinas já fez mais de 180 mortos

Tempestade nas Filipinas já fez mais de 180 mortos
Tamanho do texto Aa Aa

O que à primeira vista parece um rio, na realidade é um curso de água provocado pela tempestade tropical que está a assolar o sul das Filipinas. 

O balanço de vítimas mortais é de 133, número que tende a subir nas próximas horas. Centenas de pessoas continuam desaparecidas.

A eletricidade e as comunicações não estão a funcionar, o que dificulta as operações de socorro, as quais, muitas vezes, acabam por ser feitas pelas pessoas que acabaram de perder tudo.

Mindanao, a segunda ilha maior das Filipinas, com quase o dobro da população portuguesa, é a zona mais afetada pela tempestade.

Centenas de casas ficaram submersas e debaixo de pedregulhos que foram arrastados plas águas.

Segundo as previsões, a tempestade deverá piorar nas próximas horas.