Última hora

Última hora

Loja do futuro sem caixas registadoras?

Em leitura:

Loja do futuro sem caixas registadoras?

Loja do futuro sem caixas registadoras?
@ Copyright :
REUTERS/Jeffrey Dastin
Tamanho do texto Aa Aa

O gigante do comércio digital Amazon abriu esta segunda-feira, junto à sede em Seattle, nos Estados Unidos, a primeira loja física Amazon Go, sem caixas registadoras e, portanto, sem filas. Através de uma aplicação de "smartphone", os clientes dão entrada na loja, que disponibiliza uma seleção de produtos comestíveis e bebidas. Centenas de câmaras seguem os movimentos no interior e, com ajuda de sensores nas prateleiras, os produtos são automaticamente adicionados ao cesto de compras e debitados à saída através dos dados do cartão bancário fornecidos previamente pelo utente.

Peter Gray, cliente: "Ser capaz de, simplesmente, sair da loja [com as compras], sem interagir com ninguém, é fantástico."

Os mais céticos denunciam, no entanto, uma desumanização, em prol da rapidez felicitada pelos que já testaram o sistema. 

Todd Bishop, cofundador do site de informação tecnológica GeekWire, destaca outra problemática: "O verdadeiro teste é se estamos à vontade com o rastreamento que é feito."

A Amazon garante não recorrer ao reconhecimento facial. 

A primeira loja Go abriu com um ano de atraso, devido a problemas detetados no seguimento dos clientes e débito das compras durante a fase de testes, que o gigante do comércio digital diz ter entretanto resolvido, embora para já não haja planos para aplicar o sistema noutro estabelecimento.