EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Europa longe da Primavera

Europa longe da Primavera
Direitos de autor REUTERS/Remo Casilli
Direitos de autor REUTERS/Remo Casilli
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Falta menos de um mês para a primavera mas há cidade europeias onde o inverno parece ter vindo para ficar.

PUBLICIDADE

Há cidades europeias onde faz, nesta altura, mais frio, ou o mesmo, do que no Ártico. A situação, explicam os cientistas, deve-se ao facto do calor estar a chegar ao Ártico, vindo do Atlântico ou do Estreito de Bering, dirigindo o ar frio para sul. 

Na região as temperaturas estão 20 graus acima do normal. Enquanto isso, em países como a Bulgária a temperatura é idêntica à atual no Ártico, -8 graus Celsius.

A situação é mais dramática na Rússia, ainda que a primavera se aproxime a passos largo. Moscovo atingiu os -20 graus no domingo. Mas há cidades russas onde, esta segunda-feira se registaram -24 graus:

"O vasto anticiclone que cobre a península escandinava é muito grande e espalha-se para a Polónia. Então, a cabeça deste anticiclone trouxe o frio da parte europeia da Rússia para o Leste da Europa", adianta Anatoly Tsygankov, responsável pelo departamento de crise do Instituto de Meteorologia russo.

As regiões montanhosas croatas de Lika e Gorski Kotar têm lutado contra intempéries e temperaturas gélidas, há já alguns dias. Voluntários da Cruz Vermelha tentam chegar a famílias isoladas para apoiá-las.

Mesmo a cidade de Roma, Itália, pouco habituada a estas andanças, viu as temperaturas descerem a pique e a neve a acumular-se.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

A primavera em flor na China

Inverno invulgarmente quente deixa parte da Áustria sem neve

Tempestade atinge nordeste dos EUA