Ancara pede a Berlim detenção de Saleh Muslim

Ancara pede a Berlim detenção de Saleh Muslim
Direitos de autor REUTERS/David W Cerny
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Turquia quer que Alemanha detenha e extradite líder do PYD, formação curda da Síria.

PUBLICIDADE

A Turquia pediu à Alemanha que detenha e extradite Saleh Muslim, um dos líderes do PYD, Partido da União Democrática, principal formação curda da Síria. Há mesmo uma recompensa pela sua captura.

O PYD é considerado por Ancara como uma ramificação síria dos rebeldes curdos turcos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão, PKK.

Em novembro de 2016 a Turquia emitiu um mandado de prisão, ligado ao atentado de 2016 na capital turca, contra ele outras 47 pessoas.

Saleh Muslim, que nega todas as acusações que lhe são feitas, tinha sido detido na República Checa a 25 de fevereiro. Na altura a Turquia pediu a sua extradição, mas este acabou libertado dois dias depois.

Dias mais tarde foi visto em Berlim num evento público.

O líder do PYD diz que permanecerá na União Europeia e que cooperará com as autoridades.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Detido na Alemanha um dos três membros da Fação do Exército Vermelho

Julian Assange inicia última batalha legal no Reino Unido para evitar a extradição para os EUA

Polícia russa prende mais de 100 pessoas em eventos de homenagem a Navalny