Última hora

Menos mortes nas estradas da UE

Menos mortes nas estradas da UE
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em 2017 morreram menos pessoas nas estradas da União Europeia, mas o balanço continua a ser alarmante para Bruxelas. De acordo com os dados preliminares divulgados pela Comissão Europeia, no ano passado mais de 25 mil pessoas morreram nas estradas da Europa. No entanto, registaram-se menos 300 mortes do que em 2016.

Os países da Europa de Leste registaram os piores cenários mas também a Grécia e Portugal, onde o número de mortes nas estradas subiu 14% em 2017.

No lado oposto estão os países nórdicos, a Alemanha, o Reino Unido e a Espanha.

Os acidentes com veículos provocaram a maioria das mortes. Seguiram-se os incidentes com peões e só depois com motos e bicicletas. A faixa etária entre os 25 e os 49 anos foi a mais afetada nos acidentes de trânsito.

Para reforçar a segurança rodoviária, a Comissão Europeia vai direcionar os investimentos para os locais mais problemáticos e melhorar as regras de segurança para veículos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.