A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

O discreto Miguel Díaz-Canel

O discreto Miguel Díaz-Canel
Direitos de autor
REUTERS/Stringer
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O sério e inseguro Miguel Díaz-Canel faz parte da primeira geração de líderes cubanos nascidos após a revolução.

Canel deve toda a sua carreira política aos Castros, em especial a Raul, que o nomeou vice-presidente, em 2013, colocando-o na linha de sucessão.

Miguel Díaz-Canel nasceu em 1960, um ano após a queda de Fulgêncio Batista. É licenciado em engenharia elétrica pela universidade da província de Villa Clara.

Canel começou cedo a escalar a estrutura do Partido Comunista... Da liderança da juventude a governador de Villa Clara, onde obteve bons resultados em plena crise económica dos anos 90 do século XX.

Na época, o governador aplicou políticas consideradas de maior abertura como, por exemplo, licenciar o centro cultural "El Mejunje", onde se realizaram vários espetáculos com travestis.

Miguel Díaz-Canel é, no entanto, apontado como seguidor da doutrina mais rigorosa da revolução cubana. Em raras declarações aos media locais, o vice-presidente defendeu, sempre, a defesa da essência do "castrismo".