Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Rajoy diz que ETA não sairá impune

Rajoy diz que ETA não sairá impune
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O fim de mais de cinquenta anos de terror da ETA passou por Cambo-les-Bains, localidade do País Basco francês que esta sexta-feira recebeu uma conferência internacional com vários mediadores que participaram no processo de negociações rumo à paz. Irati Agorria Cueva, oriunda de Gernika, foi a escolhida para dar voz à juventude basca:

"Há feridas profundas que permanecem. Famílias e comunidades divididas. São necessários mais esforços para reconhecer e dar assistência a todas as vítimas. Isto exige que todas as partes envolvidas sejam honestas com o passado e tenham um espírito generoso para curar as feridas e reconstruir a comunidade", adiantou Agorria Cueva.

Para Mariano Rajoy, apesar da paz, o processo ainda não chegou ao fim:

"Os crimes da ETA vão continuar a ser investigados, os seus delitos continuarão a ser julgados e se necessário condenados. As sentenças vão continuar a ser cumpridas. Não houve nem haverá impunidade", afirmou o chefe do governo espanhol.

Podemos dizer categoricamente que a democracia espanhola derrotou a ETA. Esta vitória pertence a todos nós, aos democratas espanhóis, aos nossos vizinhos franceses e a todo o resto da União Europeia que nos ajudou nesta batalha."

O fim da ETA estava escrito desde 2011, quando a organização independentista basca tinha anunciado o fim do recurso à luta armada. Para trás ficaram mais de cinco décadas de terror, que provocaram mais de oitocentos mortos.