Última hora

Última hora

Coreia do Norte ameaça cancelar encontro de Kim Jong-Un com Trump

Em leitura:

Coreia do Norte ameaça cancelar encontro de Kim Jong-Un com Trump

Coreia do Norte ameaça cancelar encontro de Kim Jong-Un com Trump
@ Copyright :
KCNA via REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte ameaça anular a cimeira prevista para 12 de junho, em Singapura, entre o seu líder, Kim Jong-un, e o Presidente norte-americano, Donald Trump, devido aos exercícios militares conjuntos dos EUA e Coreia do Sul que arrancaram na passada sexta-feira.

A ameaça foi divulgada pela agência de notícias norte-coreana KCNA, que revelou que o encontro de alto nível previsto para esta quarta-feira com a Coreia do Sul já foi desmarcado.

A reunião ia ter lugar numa aldeia na fronteira entre os dois países e visava criar condições para conversações patrocinadas pela Cruz Vermelha Internacional para reduzir a tensão na linha que separa os dois Estados e reiniciar o processo de reunificação de famílias.

Apesar desta situação, os EUA garantem não terem sido notificados de qualquer posição norte-coreana e continuam a preparar a cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-un, indicou hoje o Departamento do Estado através da porta-voz Heather Nauert: “O que temos de fazer é seguir com o que Kim Jong Un disse antes, que ele compreende a importância para os Estados Unidos de terem esses exercícios conjuntos. A República da Coreia também os tem".

A Coreia do Sul já reagiu e considerou lamentável a decisão da Coreia do Norte de cancelar uma reunião bilateral, devido às manobras militares conjuntas com os Estados Unidos, e exigiu um rápido regresso às negociações.

Esta reviravolta diplomática pode comprometer o clima de apaziguamento internacional e a histórica cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-Un.