Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Ausência de acordo entre UE e Reino Unido pode ter consequências "grandes", diz Carney

Mark Carney
Mark Carney
Tamanho do texto Aa Aa

O governador do Banco de Inglaterra, Mark Carney, afirmou esta terça-feira que a ausência de acordo entre o Reino Unido e a União Europeia teria o que descreveu como "grandes" consequências para a economia, levando à revisão das taxas de juro e ao desemprego no setor financeiro.

Carney acrescentou que apesar do Reino Unido e da União Europeia já terem negociado um período de transição a partir do final de março de 2019 até Dezembro de 2020, tal ainda não havia sido ratificado pelos países membros da UE o que não exclui a possibilidade do Reino Unido ter que adotar os termos comerciais da Organização Mundial de Comércio na ausência de acordo. Segundo Carney, tal iria deixar o país numa situação de desvantagem.

O alto funcionário adiantou que o Banco de Inglaterra está preparado para a eventualidade de um Brexit sem acordo com a União Europeia.

Carney referiu ainda que do lado europeu ainda não haviam sido propostas soluções para o setor financeiro. O governo britânico já se comprometeu a legislar no sentido de manter o que designa como "continuidade" após a saída do Reino Unido da União Europeia.