Última hora

Última hora

Neiliansheng, os sapatos que se tornaram património cultural da China

Em leitura:

Neiliansheng, os sapatos que se tornaram património cultural da China

Neiliansheng, os sapatos que se tornaram património cultural da China
Tamanho do texto Aa Aa

Em Pequim, tradição e qualidade são valores importantes e que caminham lado a lado. Sob a condução de San Yeh, descobrimos através de um riquexó os 'hutongs', os antigos bairros da capital chinesa, que se caraterizam casas pequenas e ruas estreitas.

Para andar a pé ou mesmo com um riquexó, aqueles que trabalhavam para o imperador usavam os "Neiliansheng”, sapatos muito resistentes ao desgaste e que ainda hoje são produzidos.

Reza a lenda que aqueles que usavam os Neiliansheng na corte real deveriam ser promovidos. Após a Revolução Chinesa de 1911, escritores e artistas começaram também a usá-los e alargaram o seu impacto social.

Na loja Houton Quiamen, os sapatos são produzidos de forma totalmente artesanal desde 1853, sempre em respeito pelo trabalho manual.

“A sola é feita de algodão e linho. Existem 35 camadas na sola para sapatos masculinos e 31 para sapatos femininos. São 98 pontos a cada cm2 e uma pessoa leva uma semana para fazer um par”, diz He Kaiying, responsável da loja, que já domina esta arte há 38 anos, depois de aprender com o seu pai.

With 160 years of history, Neiliansheng is the synonyms of high quality handcrafted cloth shoes. The name Neiliansheng...

Publiée par Visit Beijing sur Jeudi 20 février 2014

Do líder político Mao Zedong ao ator Jackie Chan, muitas figuras públicas chinesas renderam-se aos Neiliansheng.

Estes sapatos começam também a cativar os mais jovens, apesar da pressão económica que se ergue em torno de processos de fabrico tão tradicionais e pouco consentâneos com a produção estandardizada de calçado.

Atualmente, He Kaiying conta com a ajuda de quatro jovens aprendizes, que poderão dar continuidade a este fabrico ancestral.

Um par destes sapatos pode custar desde os 10 até cerca de 50 euros, mas por vezes até podem ter um preço bastante superior.

Em reconhecimento pela sua importância social, os sapatos Neiliansheng foram declarados património cultural da China em 2008.

Dicas para Pequim:

- Dar um passeio pela área do lago. Há tantas vistas agradáveis que pode aproveitar para tirar algumas fotos.

- Explorar os 'hutongs' para conhecer como vivem os verdadeiros habitantes locais de Pequim.

- Caminhar pela rua que dá acesso central a Pequim e cruzar-se com a Torre do Sino, um dos lugares icónicos da capital chinesa.

Mais sobre Postcards