Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Canonização de Oscar Romero e Paulo VI

Canonização de Oscar Romero e Paulo VI
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Aconteceu este domingo de manhã, na praça de São Pedro, no Vaticano, a canonização do arcebispo salvadorenho Oscar Romero e do papa italiano Paulo VI.

Uma cerimónia presidida pelo papa Francisco e à qual assistiam dezenas de milhares de fieis. Entre os presentes estavam muitos cidadãos de El Salvador para assistir à santificação do arcebispo assassinado em 1980:

"Ele foi um mártir. Ele é um mártir para o povo salvadorenho. Ele bateu-se pelo bem e contra o mal, lutou pelos pobres, por toda a gente", disse uma das fiéis salvadorenhas.

Oscar Romero, descrito como um homem simples e próximo do povo, e o seu professor e mentor Paulo VI, foram duas figuras controversas na sua época. Romero defendeu os camponeses sem terra, o que enfureceu os círculos mais conservadores de El Salvador. Já Paulo VI, frisou o Papa Francisco na sua homilia, foi um "profeta de uma igreja aberta que olha para aqueles que estão longe e cuida dos pobres".

Foi ainda canonizado, na mesma cerimónia, Nunzio Sulprizio. Este órfão italiano, que morreu aos 19 anos, no início do século XIX, tinha sido beatificado por Paulo VI.