Última hora

Última hora

Libertadas mais de 70 crianças raptadas de escola nos Camarões

Em leitura:

Libertadas mais de 70 crianças raptadas de escola nos Camarões

Libertadas mais de 70 crianças raptadas de escola nos Camarões
Tamanho do texto Aa Aa

Para os pais das 78 crianças raptadas de uma escola da localidade de Nkwen, perto da cidade de Bamenda, no noroeste dos Camarões, terminou o pesadelo, pelo menos por agora. Os filhos foram libertados esta quarta-feira juntamente com um motorista.

Mas nem tudo são rosas. O diretor da Presbyterian Secondary School e um professor continuam nas mãos dos raptores.

O Governo apontou o dedo aos separatistas na região anglófona no noroeste do país. Tinham declarado um boicote aos estabelecimentos de ensino por considerarem que o sistema escolar francófono marginaliza os estudantes da minoria anglófona do país.

Este sequestro em massa foi precedido por um outro, de menor importância, a 31 de outubro, também em Bamenda.

Num vídeo divulgado pela AFP podem ver-se 11 jovens que se identificam e dizem ter sido raptados pelos "Amba Boys", grupo separatista anglófono pela independência do estado da Ambazonia. De acordo com uma fonte próxima do estabelecimento escolar destes estudantes serão os 11 alunos raptados no final de outubro.

A crise começou em 2016. A repressão do Governo agudizou a tensão com o aparecimento de grupos armados, no fim de 2017.

No início de setembro, altura da rentrée escolar, um diretor foi assassinado, um professor mutilado e várias escolas atacadas.