A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Faixa de Gaza : o ponto de vista de um manifestante palestiniano

Faixa de Gaza : o ponto de vista de um manifestante palestiniano
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Desde março de 2018, todas as sextas-feiras, os palestinianos da Faixa de Gaza protestam junto à fronteira com Israel. A euronews falou com um jovem sobre as razões que o levaram a participar nos protestos.

"As condições económicas são mesmo difíceis. Não temos nada. Basta perguntar a um jovem de trinta anos se ele tem nem que seja um cêntimo no bolso, ele dirá que não. É essa a razão das manifestações na fronteira. Foi isso que levou aos protestos. As pessoas querem a liberdade, o fim do bloqueio, querem trabalhar e ter uma vida como toda a gente, como nos países árabes ou como noutros países. Na Faixa de Gaza, vivemos cercados e sufocados. Tanto os jovens como os velhos, homens ou mulheres, de boa saúde ou doentes, não podemos viajar. Os pais de família não podem alimentar os filhos. Como é que podem comprar os medicamentos para os filhos, se a maioria dos medicamentos não está disponível em Gaza. Há uma grande pressão sobre a população. Reclamos o respeito dos nossos direitos fundamentais", disse um manifestante que ficou gravemente ferido durante uma manifestação em abril.