This content is not available in your region

Empate na final da Copa Sul-americana

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Borges de Carvalho
Atletico Paranaense Bruno Guimarães com Luis Diaz do Argentino Juniors
Atletico Paranaense Bruno Guimarães com Luis Diaz do Argentino Juniors   -   Direitos de autor  Reuters/LUISA GONZALEZ

Ambiente infernal no estádio Metropolitano, em Barranquilla, na Colômbia, para a primeira mão da final da Copa Sul-americana, o equivalente à Liga Europa na América do Sul.

O duelo entre o Atlético Junior e os brasileiros do Atlético Paranaense só teve golos na segunda parte e foram os visitantes a marcar primeiro.

Aos 51 minutos, na sequência de um contra-ataque, Nikão assiste Pablo que, de primeira, inaugurou o marcador.

Foi o quarto golo do avançado na competição.

No entanto, a alegria dos brasileiros só durou dois minutos.

A equipa colombiana foi até à área adversária, os jogadores do Atlético Paranaense não conseguiram tirar a bola da zona perigosa e Yony Gonzalez, de forma acrobática, provocou a loucura no estádio.

Vinte minutos depois, a equipa da casa teve uma ocasião soberana para dar a volta ao marcador.

German Gutierrez sofreu falta na área do Atlético Paranaense e o árbitro assinalou grande penalidade.

Rafael Perez rematou com força e a bola embateu com estrondo na trave da baliza brasileira.

O encontrou terminou assim empatado a um golo.

Na próxima quarta-feira, dia 12, joga-se a segunda mão da final da Copa sul-americana. Um encontro que vai decorrer na Arena da Baixa, em Curitiba, no Brasil.