Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Consenso na UE para banir produtos de plástico de uso único

Consenso na UE para banir produtos de plástico de uso único
Direitos de autor
REUTERS/Johannes P. Christo/File Photo
Tamanho do texto Aa Aa

A partir de 2021, a União Europeia deixará de comercializar uma dúzia de produtos de plástico que representam 70% dos resíduos nos oceanos e praias.

Pratos, talheres, palhinhas, bastões de balões e de cotonetes em plástico serão proibidos após a entrada em vigor da diretiva que foi alvo de consenso, quarta-feira, entre negociadores da Comissão, Conselho e Parlamento europeus.

A maratona negocial durou 12 horas e a legislação terá de ter, ainda, o "carimbo" dos chefes de Estado e de Governo e do plenário do Parlamento Europeu.

"Os europeus estão cientes de que os resíduos de plástico são um problema enorme e a União Europeia como um todo demonstrou verdadeira coragem para os combater, tornando-se o líder mundial na luta contra os resíduos plásticos marinhos", congratulou-se o primeiro vice-presidente da Comissão Europeia, Frans Timmermans, numa declaração escrita.

A Comissão Europeia apresentou a diretiva, em maio passado, e classificou-a como "o instrumento legal mais ambicioso do mundo para o lixo marinho".

Estes produtos descartáveis? de plástico serão banidos e o mercado deverá oferecer alternativas feitas com outros materiais ambientalmente sustentáveis.