Última hora

Japão vai retomar a caça comercial de baleias

Japão vai retomar a caça comercial de baleias
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Japão vai sair da Comissão Baleeira Internacional e vai retomar a caça comercial de baleias em julho do próximo ano.

O país era membro da comissão desde 1951. No último encontro do grupo tentou derrubar a proibição de caça mas foi derrotado em votação. Com esta saída, o Japão junta-se à Islândia e à Noruega, os únicos países que praticam a caça de baleia para fins comerciais.

Segundo Yoshihide Suga, porta-voz do governo nipónico, a decisão surge por falta de consenso dentro da organização.

"Os países que se concentram exclusivamente na proteção de baleias não chegaram a um acordo sobre medidas concretas para alcançar uma posição comum. Tomámos esta decisão porque no encontro da Comissão Baleeira Internacional, em setembro, tornou-se óbvio que não é possível a coexistência de países com diferentes pontos de vista".

Depois do anúncio, Yoshihide Suga revelou que o país fica ligado à Comissão enquanto observador e garantiu que Tóquio continua comprometido com a gestão dos recursos marinhos.

A decisão do Japão está a ser alvo de duras críticas por parte da comunidade internacional e de organizações de defesa dos direitos dos animais.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.