Airbus ameaça sair do Reino Unido

Airbus ameaça sair do Reino Unido
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Airbus admite deixar o Reino Unido em caso de Brexit sem acordo.

PUBLICIDADE

A possibilidade de uma saída da União Europeia sem acordo está a deixar os patrões do Reino Unido apreensivos. O o minstro britânico para o Brexit, Stephan Barclay,  já recebeu o recado para levar ao Parlamento: ou os deputados chegam a um compromisso com a União Europeia, ou empresas históricas como a Airbus podem estar de saída.

Numa mensagem deixada em vídeo, o diretor executivo da Airbus, Tom Enders, afirmou que "o setor aeroespacial do Reino Unido está à beira do precipício. O Brexit está ameaça destruir um século de desenvolvimento baseado em educação, investigação e capital humano. Se não houver um acordo, a Airbus terá de tomar decisões potencialmente prejudiciais para o Reino Unido".

A gigante britânica da indústria aeroespacial já confirmou estar a ponderar a eliminação de milhares de postos de trabalho no Reino Unido.

"Por favor, não dê atenção à loucura dos que são a favor do Brexit, porque temos grandes fábricas aqui, não vamos a lado nenhum, estaremos sempre aqui. Eles estão errados.

É claro que não é possível pegar nas nossas fábricas e sair imediatamente do Reino Unido para outras partes do mundo. No entanto, o setor da aviação é um negócio de longo prazo e poderíamos ser forçados a redirecionar futuros investimentos no caso de um Brexit sem acordo. E não se iluda, há muitos países por aí que adorariam construir as asas para os aviões da Airbus", acrescentou Tom Enders.

A Airbus emprega 14 mil pessoas e trabalha com quatro mil fornecedores. De acordo com a empresa, gera o equivalente a quase sete mil milhões de euros em faturação anual no Reino Unido

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Airbus anuncia fim do A380

Liam Fox não descarta qualquer cenário

Os sobressaltos do Brexit em 2018