Última hora

Última hora

Airbus anuncia fim do A380

Airbus anuncia fim do A380
Tamanho do texto Aa Aa

De "superjumbo" e "fortaleza de luxo" para "elefante branco". Em 12 anos, os adjetivos para definir o Airbus A380 mudaram. A maior empresa europeia de aeronáutica reconhece que falhou nas previsões. Cada avião custa mais de 400 milhões de euros. Em 2007 previam vender 1200 unidades. Conseguiram apenas vender 234.

Tom Enders, o diretor-geral da Airbus fez o anúncio durante a apresentação anual do plano da empresa. "Especulava-se há muito se estaríamos 10 anos adiantados no tempo com o A380, mas acho que começa a ser claro que estavamos provavelmente pelo menos 10 anos atrasados," disse Enders enquanto anunciava "o fim do grande avião de quatro motores."

O último A380 vai ser entregue em 2021 à Emirates, a companhia que mais aviões deste modelo tem nas suas carreiras.

O fim da produção pode afectar mais de 3 mil e quinhentos trabalhadores da Airbus. A empresa garante que "um número significativo" será transferido para a produção de outros modelos.