Última hora

Última hora

Bélgica incentivada a um pedido de desculpa pelo passado colonial

Bélgica incentivada a um pedido de desculpa pelo passado colonial
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro belga, Charles Michel, classificou de "estranho", um relatório intermédio sobre a época colonial apresentado segunda- feira.

Um grupo de especialistas das Nações Unidas recomendou à Bélgica o reconhecimento do passado colonial e violento, de forma a fazer frente ao alegado racismo sofrido por pessoas de origem africana no país. E sugeriu um pedido de desculpas.

Os especialistas apresentarão o relatório e uma série de recomendações no Conselho de Direitos Humanos da ONU em setembro.