EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Brexit: Europeus abandonam Reino Unido

Brexit: Europeus abandonam Reino Unido
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A migração líquida da Europa para o Reino Unido caiu para o nível mais baixo da última década

PUBLICIDADE

Perante um Brexit iminente, são cada vez mais os cidadãos da União Europeia que abandonam o Reino Unido.

Segundo as últimas estatísticas, no ano passado, 53 mil europeus voltaram para o continente levados pela incerteza.

A migração líquida da Europa para o Reino Unido caiu para o nível mais baixo da última década. Eshan Karegar - mais conhecido por Jimmy, tem uma oficina em Fulham, no oeste de Londres, desde que imigrou para a Grã-Bretanha em 1978...

"Se continuar assim, não podemos ganhar dinheiro suficiente para pagar os impostos ou a renda, depois de 33 anos posso ter de vender e ir embora", revela.

Élio Alonso é português e é dono de uma empresa de limpeza em Leamington Spa.

"Se estivesse, neste momento, na Europa, não me mudaria para aqui por causa de tudo o que está a acontecer. Não sabemos o que vai acontecer ..."

Alonso emprega europeus de leste, mas muitos já regressaram aos países de origem

“Vi muitas pessoas deixarem o país - para procurar o que é seguro, procurando a segurança e voltando para casa. Essa é uma das principais mudanças que temos visto ... É principalmente a incerteza e em certas áreas, foram vistos de uma maneira diferente...", diz.

O Reino Unido deixou de ser tão atrativo para os cidadãos da União Europeia, no entanto, de acordo com as estatísticas, 2018 registou o maior aumento, desde 2004, da imigração de países que não pertencem ao bloco europeu.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Jovem de 13 anos morre após ataque com espada em Londres

Sunak anuncia: voos de deportação do Reino Unido para o Ruanda devem começar dentro de poucos meses

Cozinhou, arrumou e até entregou refeições: príncipe William voltou aos compromissos públicos