Última hora

Última hora

Há um ataque ao pilar social na Europa, diz João Lopes (CDU)

Há um ataque ao pilar social na Europa, diz João Lopes (CDU)
Tamanho do texto Aa Aa

Portugal vai eleger 21 eurodeputados, a 26 de maio, para novo mandato no Parlamento Europeu, até 2024. Na bancada da Esquerda Unitária Europeia sentam-se, atualmente, três eurodeputados do PCP. O partido concorre em coligação com os Verdes (CDU), com a primeira candidata ecologista a surgir em quarto lugar na lista.

A correspondente da euronews para Assuntos Europeus, Isabel Marques da Silva, falou com o eurodeputado e candidato do PCP João Pimenta Lopes (em terceiro na lista), via Skype, (VEJA VÍDEO) para a quarta de uma série de entrevistas sobre os desafios que Portugal vai ajudar a enfrentar no esforço de reforma do projeto europeu, indo ao encontro das preocupações dos cidadãos.

A criação de um pacto para o progresso social e emprego é a prioridade para a coligação, que contesta o Pacto de Estabilidade e Crescimento e que tem como moto de campanha "Defender o povo o país", que poderia ser igualmente usado numa campanha da CDU para as eleições legislativas.

As prioridades políticas, a utilização de fundos comunitários, a gestão da migração e das alterações climáticas, o desafio da digitalização da economia e o impacto do Brexit são os temas em destaque na série de entrevistas.