Dois irmãos unidos pela história do Dia D

Dois irmãos unidos pela história do Dia D
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os filhos de um soldado norte-americano separados pelas histórias de guerra e reunidos 70 anos depois.

PUBLICIDADE

Dois irmãos unidos pela história do Dia D e reunidos setenta anos depois. André Gantois, um carteiro reformado, sabia que o pai era um soldado norte-americano que desembarcou na Normandia em 1944; que teve uma relação com a sua mãe e voltou aos Estados Unidos um ano depois. No ano passado, André e o meio-irmão norte-americano, Allen, fizeram um teste de ADN no mesmo laboratório.

"Nunca aceitei esta minha situação de não conhecer o meu pai e de saber que ele me ignorava, mas finalmente ele não sabia da minha existência, já que minha mãe escondeu que estava grávida. Ele partiu para os Estados Unidos e fundou uma família, agora sei tudo isto porque houve um teste de ADN, mas antes vivi a minha vida assim", disse André Gantois.

Do outro lado do Atlântico, Allen Henderson sabia que o pai tinha ido para a guerra e foi ferido em França, mas nunca imaginou que tivesse deixado uma jovem francesa para trás e um bebé... Viu a cara do irmão e não teve dúvidas.

Até à sua morte em 1997, Wilburn Henderson nunca contou esta aventura francesa aos dois filhos. Reuniram-se em setembro passado num cemitério militar na Normandia e agora são praticamente inseparáveis. André, finalmente conheceu a história do pai e encontrou uma parte da sua vida.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tesouros submarinos da II Guerra Mundial na Normandia

Descoberto salão de banquetes em Pompeia

Van Gogh em Bruxelas