A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Futuro dos veículos elétricos passa pela Geórgia

Futuro dos veículos elétricos passa pela Geórgia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Kutaisi, a segunda maior cidade da Geórgia, é um importante centro industrial, cultural e educativo. Vai receber a primeira fábrica para a produção de veículos elétricos no país e na região do Cáucaso do sul. Um projeto que resulta de uma combinação de forças entre um grupo local e o maior fabricante de carros elétricos no mundo.

A iniciativa conta com o apoio do Governo local e os primeiros veículos aqui produzidos chegarão em 2020.

"Estamos a investir em projetos que protegem e respeitam o ambiente. Estes investimentos são relativamente grandes por causa da especificidade do negócio. Requerem infraestruturas especiais como estações de carregadores elétricos em todo o país e recetores de energia solar. No que respeita ao emprego, na fase inicial planeamos recrutar 300 trabalhadores, mas teremos muitos mais na fase operacional. É muito importante para Kutaisi e para a região também", sublinha Kakha Guledani, do AiGroup.

A empresa terá uma capacidade de produção de 40 mil carros elétricos por ano e numa fase inicial serão produzidos quatro modelos. Metade, pelo menos, destina-se ao mercado doméstico.

Apostolos Staikos, Euronews - Para a Geórgia este investimento é uma aposta económica importante. O país quer penetrar no mercado europeu vendendo cerca de 20 mil carros elétricos por ano.

Kutaisi vai tornar-se em breve mais uma cidade do mundo a oferecer serviços de partilha de carros elétricos para a população. Motivos mais do que suficientes para celebrar.

O primeiro-ministro da Geórgia, Mamuka Bakhtadze, refere que há razões para comemorar e estar otimista em relação ao futuro: "Esta fábrica vai abrir um novo capítulo na história da nossa economia. Terá uma influência bastante positiva na nossa estrutura económica, ajudando-nos a fazer reformas. Permitirá criar mais de 2 mil empregos e ao mesmo tempo vai ajudar-nos a aumentar o nosso potencial exportador."

Para o Governo, o projeto faz parte de um plano alargado para tornar mais verde a economia do país. Também promoverá o desenvolvimento da indústria automóvel na Geórgia.

«Vamos produzir carros elétricos sob a primeira marca georgiana, o que torna este projeto realmente único. A Geórgia torna-se um país pioneiro na região, em termos de produção de veículos elétricos com tecnologias verdes e amigas do ambiente", explica Natela Turnava, ministra da Economia e do Desenvolvimento Sustentável da Geórgia.