A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

80° aniversário do início da II Guerra Mundial

80° aniversário do início da II Guerra Mundial
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Vários líderes de Estados-membros da União Europeia e da NATO participaram, este domingo, em Varsóvia numa cerimónia que assinalou os 80 anos do início da II Guerra Mundial.

O evento ocorreu numa praça em frente ao Monumento ao Soldado Desconhecido.

Perante vários veteranos e sobreviventes dos campos de concentração nazis, o presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, curvou a cabeça de luto perante a dor das vítimas e pediu "perdão pela culpa histórica da Alemanha", reconhecendo que a responsabilidade do país perdura.

Na cerimónia, a representar Portugal, esteve o antigo Presidente da República António Ramalho Eanes, a pedido do presidente Marcelo Rebelo de Sousa.

Os Estados Unidos da América fizeram-se representar pelo vice-presidente Mike Pence.

As autoridades polacas não convidaram a Rússia. Na época, 17 dias após o início do conflito, a União Soviética enviou o Exército Vermelho para a Polónia pelo flanco oriental, dando vida a uma cláusula de não-agressão entre soviéticos e nazis.

A invasão da Polónia, pelas forças nazis, deu início a um dos piores conflitos que o mundo já viu e que provocou cerca de 85 milhões de mortos.