Última hora

Guterres teme fratura da economia global

Guterres teme fratura da economia global
Tamanho do texto Aa Aa

O tratado das livres trocas comerciais Ásia-Pacífico, promovido pela China, esteve no centro do encontro entre os líderes da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ANSEA). A China tenta reforçar a sua influência na região com uma parceria económica estratégica.

António Guterres volta a alertar para a perigosa fratura que se está a criar na economia global: "Temos de fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para evitar esta grande fratura e manter o sistema universal, uma economia universal com respeito universal pelo direito internacional. Um mundo multipolar com instituições multilaterais fortes. E acredito firmemente que as nações da ANSEA estão bem posicionadas para desempenhar um papel fundamental na solução desta questão".

A assinatura do tratado foi adiada para 2020, mas ausência de Donald Trump - que enviou apenas o secretário do Comércio, Wilbur Ross, acompanhado do assessor para a Segurança Nacional da Casa Branca, Robert O'Brien - levanta preocupações quanto à hegemonia da China na região.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.