EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Guterres teme fratura da economia global

Guterres teme fratura da economia global
Direitos de autor 
De  Maria Barradas com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

António Guterres teme que a guerra comercial crie uma fratura profunda na economia global e pede a manutenção do sistema universal e multilateral

PUBLICIDADE

O tratado das livres trocas comerciais Ásia-Pacífico, promovido pela China, esteve no centro do encontro entre os líderes da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ANSEA). A China tenta reforçar a sua influência na região com uma parceria económica estratégica.

António Guterres volta a alertar para a perigosa fratura que se está a criar na economia global: "Temos de fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para evitar esta grande fratura e manter o sistema universal, uma economia universal com respeito universal pelo direito internacional. Um mundo multipolar com instituições multilaterais fortes. E acredito firmemente que as nações da ANSEA estão bem posicionadas para desempenhar um papel fundamental na solução desta questão".

A assinatura do tratado foi adiada para 2020, mas ausência de Donald Trump - que enviou apenas o secretário do Comércio, Wilbur Ross, acompanhado do assessor para a Segurança Nacional da Casa Branca, Robert O'Brien - levanta preocupações quanto à hegemonia da China na região.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

COP25 arranca em Madrid com dúvidas sobre o futuro do planeta

Eleições europeias: será que a onda de extrema-direita vai pressionar o sector das energias renováveis?

Um dos maiores operadores de viagens da Europa entra em processo de insolvência