Última hora
This content is not available in your region

Morreu o produtor de cinema Branko Lustig

euronews_icons_loading
Morreu o produtor de cinema Branko Lustig
Tamanho do texto Aa Aa

Sobrevivente do Holocausto, o produtor de cinema croata Branko Lustig morreu esta quinta-feira, em Zagreb, aos 87 anos.

Em criança, esteve preso em Auschwitz e Bergen-Belsen, durante a Segunda Guerra Mundial. Grande parte dos elementos da família morreu nos campos de concentração e em 1988 Branko rumou aos EUA, onde começou uma carreira de sucesso como produtor.

Conquistou o primeiro Óscar com a "Lista de Schindler", de Steven Spielberg. Uma película com um significado especial por contar a história de um empresário alemão que salvou mais de mil refugiados do Holocausto, a maioria judeus polacos.

Voltaria a conquistar um novo Óscar com a produção de "Gladiador", com Russell Crowe e Joaquin Phoenix. Ao todo, o filme arrecadou cinco estatuetas.

Mas o nome de Branko Lustig também é indissociável de "Hannibal", com Anthony Hopkins no papel de serial killer e Julianne Moore no de uma agente especial do FBI.

Produziu ainda outro sucesso - "Cercados" (Black Hawk Down) - sobre o raide dos EUA de 1993 em Mogadíscio, na Somália.

Nos últimos anos de vida, Branko Lustig esteve por Zagreb, onde foi declarado cidadão honorário, no passado mês de maio. Morreu uma lenda mas fica a obra eterna.