Última hora
This content is not available in your region

Rendez-vous: Espetáculos a não perder na Europa

Rendez-vous: Espetáculos a não perder na Europa
Tamanho do texto Aa Aa

Sugestões de espetáculos e exposições a não perder, na Europa.

The Early Years of the Old Masters

Baselitz, Richter, Polke e Kiefer - quatro artistas alemães mundialmente conhecidos, cuja fama é única na história das artes visuais da Alemanha. O início dos seus trabalhos remonta aos anos 60 - uma década de desafios e convulsões, utopias e reorientações, reação e rebelião. Pela primeira vez, uma exposição reúne as obras dos quatro artistas.

Para ver no Deichtorhallen em Hamburgo, na Alemanha, até o dia 5 de janeiro.

Castelo da Luz

O Castelo de Edimburgo, na Escócia, transforma-se no Castelo da Luz. As histórias de antigos heróis, mitos e lendas, que remontam há mais de mil anos, são projetadas nas paredes do castelo ao som de música escocesa. Uma experiência mágica para toda a família para ver este fim de semana e na próxima semana, de quinta a domingo, em Edimburgo.

Les Vêpres Siciliennes

A Ópera de Roma apresenta "Les Vêpres Siciliennes" de Giuseppe Verdi. A história baseia-se em acontecimentos históricos do século XIII. A ópera narra a história de dois amantes: Hélène e Henri, vítimas de um massacre resultante da inimizade irreconciliável entre sicilianos e os ocupantes franceses.

Jesse Jones: Tremble tremble

A instalação de vídeo de Jesse Jones, exibida no Museu Guggenheim de Bilbau, explora o mito da bruxa como um símbolo poderoso na história ocidental moderna e um portador de potencial poético e político. A artista irlandesa destaca o feminismo e as questões femininas - a atriz irlandesa Olwen Fouéré colaborou com uma performance assombrosa no vídeo - a história do País Basco, onde a Inquisição realizou, durante os séculos XVI e XVII, caçadas brutais de bruxas e purgas hereges.

A instalação multimédia "Jesse Jones": Tremble tremble" pode ser vista até 1 de março no Museu Guggenheim de Bilbau, Espanha.

Charlie Chaplin in the Eye of the Avant-garde

Já em 1915, Charlie Chaplin era um fenómeno cultural internacional. Artistas como Fernand Leger, Chagall, Man Ray, Calder, Dali deixaram-se fascinar pelo ator cómico inglês. Uma exposição na cidade francesa de Nantes mostra como Charlie Chaplin e os seus filmes influenciaram artistas de vanguarda.

A exposição "Charlie Chaplin in the Eye of the Avant-garde" para ver até 3 de fevereiro no Museu de Arte de Nantes, em França.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.