Última hora
This content is not available in your region

As PME e o financiamento na Zona Euro

euronews_icons_loading
As PME e o financiamento na Zona Euro
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Na zona euro, a necessidade de financiamento extra do Banco Central Europeu por parte das PME caiu de 6% do PIB, em 2015, para 3%, em 2019, o que equivale a 400 mil milhões de euros.

Esta queda resulta das mais baixas taxas de juros de sempre e da maior oferta de empréstimos bancários, graças ao apoio do BCE, que incentiva a oferta de empréstimos em alguns países.

A maior disparidade entre a procura e a oferta de empréstimos bancários é registada na Holanda, na Bélgica, em França e na Itália.

Paralelamente, os maiores aumentos na oferta de empréstimos bancários ocorreram em França, na Holanda e na Alemanha. Este é um sinal de que os bancos nestes países estarão em boa forma.

Já na Grécia, as PME continuam a ser fortemente afetadas falta de acesso a financiamento; um quarto dessas empresas diz que esse é o maior problema que enfrentam.

Itália, Irlanda e França apresentam a segunda e a terceira maiores fatias de PME que assinalam esta dificuldade como a sua maior preocupação.