Última hora
This content is not available in your region

Porta dos Fundos: Especial de Natal mantém-se no ar

Porta dos Fundos: Especial de Natal mantém-se no ar
Direitos de autor
Porta dos Fundos / Netflix
Tamanho do texto Aa Aa

A polémica apresentou-se por altura do Natal, quando a Netflix difundiu um programa especial do grupo de humoristas brasileiros Porta dos Fundos em que Jesus é gay. Agora, o Supremo Tribunal Brasileiro deu razão à plataforma e reverteu a decisão de um juiz que tinha ordenado a suspensão do programa.

Já houve várias tentativas para travar a difusão de "A Primeira Tentação de Cristo": desde uma petição pública até um ataque com cocktails molotov à sede do grupo, no Rio de Janeiro.

"O que aconteceu foi um atentado contra a liberdade de expressão", reagia João Vicente de Castro, cofundador do grupo, a 26 de dezembro.

Um dos suspeitos desse ataque, alegadamente membro de um movimento de extrema-direita, viajou entretanto para a Rússia. A justiça brasileira abriu um inquérito por tentativa de homicídio.

Em novembro, o grupo de humoristas venceu um Emmy Internacional pelo programa especial do ano anterior, que satirizava a Última Ceia de Cristo. Agora, o Porta dos Fundos não tem dúvidas de que está a ser vítima de tentativas de censura.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.