Última hora
This content is not available in your region

O mercado do 3D

euronews_icons_loading
O mercado do 3D
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Será uma impressora 3D capaz de imprimir um carro?

Ainda não, mas investigadores europeus já produziram em resina uma maquete do exterior de um automóvel, em escala 1: 2. E tudo com a ajuda de uma tecnologia híbrida, entre uma impressora 3D e um robô.

O engenheiro mecânico José Antonio Dieste é o principal responsável pelo desenvolvimento desta tecnologia e explica como pode ser aplicada ao mercado:

"O modelo corresponde exatamente a metade do tamanho de um carro real. Podemos ver todos os detalhes do estilo e do conceito do veículo. Isso foi possível graças a este sistema, em que misturamos a impressão 3D e a produção que subtrai material, de forma a podermos trabalhar as formas finais do modelo. Esta maquete pode ser usada para mostrar o estilo do carro, o design. É uma ferramenta de marketing para promover o automóvel, que, ao mesmo tempo, permite mostrar as possibilidades do nosso sistema. Nós queríamos que nossa plataforma fosse capaz de fabricar componentes grandes. Por isso, desenvolvemos um sistema de impressão 3D que permita trabalhar com uma grande quantidade de material rapidamente. Comparado a outros sistemas, chegamos a ser até duas mil vezes mais rápidos, mas nesse caso o problema é a definição final da peça que estamos a construir; que necessita de um segundo tratamento, para esculpir o material, de forma a obtermos as geometrias finais ideais da peça que queremos fazer ".

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.