Última hora
This content is not available in your region

Obras de mestres cipriotas reaparecem

euronews_icons_loading
Obras de mestres cipriotas reaparecem
Direitos de autor
AP
Tamanho do texto Aa Aa

Quase meio século depois, 219 quadros que se julgava terem sido roubados ou dados como perdidos, voltam a estar em exposição, em Nicósia, a capital do Chipre.

As obras de grandes mestres cipriotas estão agora, temporariamente, expostas nas paredes de um antigo hotel situado na zona tampão, controlada pelas Nações Unidas, que divide a pequena ilha do Mediterrâneo.

As obras estiveram quase 50 anos armazenadas numa cave de um centro cultural, na República Turca do Chipre do Norte.

Foram recolhidas de galerias públicas e de coleções privadas, em 1974, aquando da invasão turca desencadeada em resposta a um golpe de Estado, apoiado pela junta militar grega, que tinha como objetivo a anexação da ilha à Grécia.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.